Ainda Não te Registaste? Clica aqui para o fazeres é Gratuito

Índice do Fórum www . Bombeiros - Portugal . net
www . Bombeiros - Portugal . net
O Ponto de Encontro de Todos Os Bombeiros
 
   Página InicialPortal AlbumAlbum  PortalForum FAQFAQ   PesquisarPesquisar   MembrosMembros   GruposGrupos   CalendarioCalendario  Lista de utilizadores BanidosLista de utilizadores Banidos   RegistarRegistar 
 Recomendar site a um amigoRecomendar  PerfilPerfil    Ligar e ver Mensagens PrivadasLigar e ver Mensagens Privadas    EntrarEntrar  Ocorrências ActivasOcorrências Activas  Ocorrências ActivasRisco de Incêndio   LinksLinks   Links>Chat 
 Envie NoticiasEnviar Noticias  VideosVideos  EventosAdicionar Eventos  EventosEnviar Fotografias


Virus da Gripe A H1N1


 
Novo Tópico   Responder a Mensagem    Índice do Fórum www . Bombeiros - Portugal . net -> Geral





Ver mensagem anterior :: Ver mensagem seguinte  
Autor Mensagem
ViPeR5000(Rui Melo)
Site Admin


Sexo: Sexo:Masculino
Registrado em: 11 Jun 2006
Mensagens: 2317
Local/Origem: Mealhada

MensagemColocada: Seg Ago 10, 2009 10:49 am    Assunto:
Virus da Gripe A H1N1
    Responder com Citação

Influenza A subtipo H1N1 também conhecido como A(H1N1), é um subtipo de Influenzavirus A e a causa mais comum da influenza (gripe) em humanos. A letra H refere-se à proteína hemaglutinina e a letra N à proteína neuraminidase. Este subtipo deu origem, por mutação, a várias estirpes, incluindo a da gripe espanhola (atualmente extinta), estirpes moderadas de gripe humana, estirpes endémicas de gripe suína e várias estirpes encontradas em aves.

Variantes de H1N1 de baixa patogenicidade existem em estado selvagem, causando cerca de metade de todas as infecções por gripe em 2006.[1]

Em Abril de 2009, um surto de H1N1 matou mais de 100 pessoas no México, e pensava-se existirem mais de 1500 indivíduos infectados em todo o mundo em 26 de Abril de 2009. O Centers for Disease Control and Prevention nos Estados Unidos avisou que era possível que este surto desse origem a uma pandemia.[2]. No balanço oficial da OMS divulgado no começo da manhã de 8 de maio de 2009, que não inclui o aumento de casos na América do Norte, Europa e América Latina, o número de contaminados era de 2384, com 42 mortes

Perante este surto, a Direcção-Geral da Saúde:

    1. Accionou os dispositivos previstos para este tipo de situações em colaboração com o Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge;
    2. Informou os médicos sobre medidas a tomar perante eventuais casos de gripe e que passam por confirmar laboratorialmente todas as situações suspeitas;
    3. Deu orientações à Linha de Saúde 24 (808 24 24 24) no sentido de esclarecer os viajantes com dúvidas sobre estados gripais;
    4. Recomenda que, perante sintomas sugestivos de gripe, de contacto com doentes confirmados ou viagens para fora do país, os cidadãos devem contactar a Linha de Saúde 24 (808 24 24 24) e seguir as recomendações feitas pelos profissionais de saúde.
    5. Vai disponibilizando mais recomendações, à medida que for recolhendo informação.


1. O que é o novo vírus da Gripe A(H1N1)?

O novo vírus da Gripe A(H1N1)v, que apareceu recentemente, é um novo subtipo de vírus que afecta os seres humanos. Este novo subtipo contém genes das variantes humana, aviária e suína do vírus da gripe e apresenta uma combinação nunca antes observada em todo o Mundo. Em contraste com o vírus típico da gripe suína, este novo vírus da Gripe A(H1N1)v é transmissível entre os seres humanos.

2. Quais os sintomas da doença pelo novo vírus da Gripe A(H1N1)

Os sintomas de infecção pelo novo vírus da Gripe A(H1N1)v nos seres humanos são normalmente semelhantes aos provocados pela gripe sazonal:

* Febre
* Sintomas respiratórios (tosse, nariz entupido)
* Dor de garganta
* Possibilidade de ocorrência de outros sintomas:
o Dores corporais ou musculares
o Dor de cabeça
o Arrepios
o Fadiga
o Vómitos ou diarreia [embora não sendo típicos na gripe sazonal, têm sido verificados em alguns dos casos recentes de infecção pelo novo vírus da Gripe A(H1N1)v]

Em alguns casos, podem surgir complicações graves em pessoas saudáveis que tenham contraído a infecção.

3. Como se infectam as pessoas com o novo vírus da Gripe A(H1N1)?

O modo de transmissão do novo vírus da Gripe A(H1N1)v é idêntico ao da gripe sazonal. O vírus transmite-se de pessoa para pessoa através de gotículas libertadas quando uma pessoa fala, tosse ou espirra. Os contactos mais próximos (a menos de 1 metro) com uma pessoa infectada podem representar, por isso, uma situação de risco. O contágio pode também verificar-se indirectamente quando há contacto com gotículas ou outras secreções do nariz e da garganta de uma pessoa infectada - por exemplo, através do contacto com maçanetas das portas, superfícies de utilização pública, etc. Os estudos demonstram que o vírus da gripe pode sobreviver durante várias horas nas superfícies e, por isso, é importante mantê-las limpas, utilizando os produtos domésticos habituais de limpeza e desinfecção.

4. Qual é o período de incubação da doença?

O período de incubação da Gripe A(H1N1)v, ou seja, o tempo que decorre entre o momento em que uma pessoa é infectada e o aparecimento dos primeiros sintomas, pode variar entre 1 e 7 dias.

5. Durante quanto tempo uma pessoa infectada pode transmitir o vírus a outras?

Os doentes podem infectar (contagiar) outras pessoas por um período até 7 dias, a que se chama período de transmissibilidade. É prudente, contudo, considerar que um doente mantém a capacidade de infectar outras pessoas durante todo o tempo em que manifestar sintomas.

6. A doença pelo novo vírus da Gripe A(H1N1)v pode ser tratada?

O novo vírus da gripe é sensível aos medicamentos antivirais oseltamivir e zanamivir.

7. Qual a melhor forma de evitar a disseminação do vírus, no caso de estar doente?

Limite o contacto com outras pessoas, tanto quanto possível

* Mantenha-se em casa durante sete dias, ou até que os sintomas desapareçam, caso estes perdurem.
* Cubra a boca e o nariz quando espirrar ou tossir, usando um lenço de papel. Nunca com as mãos!
* Utilize lenços de papel uma única vez e coloque-os de imediato no lixo.
* Lave frequentemente as mãos com água e sabão, em especial após tossir ou espirrar.
* Pode usar toalhetes descartáveis com soluções alcoólicas.

8. Qual é a melhor técnica de lavagem das mãos?

Lavar as mãos frequentemente ajuda a evitar o contágio por vírus da gripe e por outros germes. Recomenda-se que use sabão e água, pelo menos durante 20 segundos. Quando tal não for possível, podem ser usados toalhetes descartáveis, soluções e gel de base alcoólica, que se adquirem nas farmácias e nos supermercados. Se utilizar um gel, esfregue as mãos até secarem e não use água.

9. Existe alguma vacina contra o vírus da Gripe A(H1N1)?

De momento, não existe vacina que proteja as pessoas contra o novo vírus da Gripe A(H1N1)v.

10. A vacina da gripe sazonal é eficaz contra o novo vírus da Gripe A(H1N1)?

Não há evidência científica, até ao momento, de que a vacina contra a gripe sazonal confira protecção contra a Gripe A(H1N1)v

11. O vírus da Gripe A(H1N1)v pode ser transmitido às pessoas através do consumo de carne de porco ou derivados?

Não. O vírus da Gripe A(H1N1)v não é transmitido pela ingestão de carne de porco ou derivados. Esta nova estirpe não foi, até à data, observada em animais e não há indícios de que o vírus tenha entrado na cadeia de produção. A Autoridade Europeia de Segurança Alimentar e o Centro Europeu para a Prevenção e Controlo de Doenças desconhecem qualquer evidência científica que sugira a possibilidade de transmissão do vírus por consumo de carne de porco e derivados.

12. Qual é a situação da doença na Europa e no resto do Mundo?

A situação a nível mundial está em constante evolução. Para informações mais recentes, consulte o Microsite da Gripe do sítio da Direcção-Geral da Saúde.

13. Que devo fazer para me proteger se tiver de viajar para áreas onde foram identificados casos de Gripe A(H1N1)v?

Os viajantes devem seguir as precauções gerais de higiene relativamente a infecções respiratórias se viajarem para áreas onde foram detectados casos de infecção pelo novo vírus da gripe:

* Lave frequentemente as mãos com água e sabão;
* Evite o contacto próximo com pessoas doentes;
* Se estiver doente:
o Mantenha a distância de pelo menos 1 metro em relação aos outros, para evitar a propagação do vírus;
o Permaneça em casa, sempre que possível;
o Evite multidões ou grandes aglomerados de pessoas;
o Se tossir ou espirrar, proteja a boca e o nariz com um lenço de papel de utilização única ou use o antebraço e não as mãos;
o Para se assoar, use lenços de papel de utilização única e coloque-os, de imediato, no lixo;
o Lave as mãos com frequência.

14. Que precauções devo tomar se estiver a regressar de uma área onde foram identificados casos de Gripe A(H1N1)v?

Viajantes que regressem de uma área onde foram detectados casos de infecção pelo novo vírus da Gripe devem estar particularmente atentos ao seu estado de saúde e, se experimentarem algum dos seguintes sintomas, devem contactar de imediato a Linha Saúde 24 (808 24 24 24), durante os 7 dias seguintes ao regresso:

* Febre (>38ºC) e um dos seguintes sintomas:
o Sintomas respiratórios como tosse ou nariz entupido;
o Dor de garganta;
o Dores corporais ou musculares;
o Dor de cabeça;
o Fadiga;
o Vómitos ou diarreia.

15. Estamos perante uma nova pandemia de gripe?

Uma pandemia de gripe é uma epidemia à escala mundial, provocada por um novo vírus da gripe que infecta uma grande parte da população. No século XX, houve três pandemias deste tipo: em 1918, 1957 e 1968. Em Portugal e nos outros países da Europa foram desenvolvidos, nos anos mais recentes, esforços consideráveis de preparação para uma pandemia, sendo que todos os Estados Membros da União Europeia têm planos de contingência nacionais.

Em 11 de Junho de 2009, a Organização Mundial de Saúde elevou para 6 o nível de alerta de pandemia. Esta alteração da Fase 5 para Fase 6 não está relacionada com o aumento da gravidade clínica da doença, mas sim com o crescimento do número de casos de doença e com a sua dispersão a nível mundial.





GRIPE A - ANPC reforça divulgação de medidas de protecção pelos bombeiros

A Autoridade Nacional de Protecção Civil difundiu por todos os Corpos de Bombeiros um documento orientador contendo medidas de protecção individual que os bombeiros devem ter em atenção durante o transporte/prestação de cuidados em ambiente de intervenção pré-hospitalar a doentes ou possíveis infectados pelo vírus da Gripe A (H1N1).



Apresenta-se o documento distribuído para complementar difusão.



Informação Gripe A.pdf


_________________
O que não me Mata torna-me mais forte.


I'm the ViPeR5000, always faster than you..
Voltar ao topo
Google
AdSense






Posto:
Corpo de Bombeiro: Bombeiro-Portugal

MensagemColocada: Seg Ago 10, 2009 10:49 am    Assunto:
Click Aqui para Ajudar O site
   





Cursos: Técnicas de Socorrismo, Salvamento e Desencarceramento, Combate a Incêndios para equipas de 1ª Intervenção, Fenomenologia da combustão e agentes extintores , Manobras de Apoio á Extinção de Incêndios Urbanos e Industriais / Tripulante de Ambulância de Socorro
Voltar ao topo
ViPeR5000(Rui Melo)
Site Admin


Sexo: Sexo:Masculino
Registrado em: 11 Jun 2006
Mensagens: 2317
Local/Origem: Mealhada
Posto:
Corpo de Bombeiro: Bombeiro-Portugal

MensagemColocada: Seg Ago 10, 2009 11:18 am    Assunto:
    Responder com Citação

* Plano de Contingência da Autoridade Nacional de Protecção Civil;
[web]http://www.proteccaocivil.pt/docs_gripe/Plano%20de%20Contingencia_ANPC_Pandemia.pdf/web]
* Plano de Operações Nacional para a Gripe A (PONGA);

* Folheto Gripe;

* Folheto Gripe A;

* Cartaz Gripe A;

* Cartaz 2 gestos de protecção;

* Medidas de protecção individual;

* Orientações para o transporte de doentes com Gripe A.


_________________
O que não me Mata torna-me mais forte.


I'm the ViPeR5000, always faster than you..

Cursos: Técnicas de Socorrismo, Salvamento e Desencarceramento, Combate a Incêndios para equipas de 1ª Intervenção, Fenomenologia da combustão e agentes extintores , Manobras de Apoio á Extinção de Incêndios Urbanos e Industriais / Tripulante de Ambulância de Socorro
Voltar ao topo
ViPeR5000(Rui Melo)
Site Admin


Sexo: Sexo:Masculino
Registrado em: 11 Jun 2006
Mensagens: 2317
Local/Origem: Mealhada
Posto:
Corpo de Bombeiro: Bombeiro-Portugal

MensagemColocada: Sex Dez 04, 2009 7:09 pm    Assunto:
    Responder com Citação

O Infarmed – Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde, IP informa, na Circular Informativa n.º 233/CD, de 03/12/2009, que vai passar a divulgar semanalmente, às terças-feiras, um boletim informativo sobre reacções adversas à vacina contra a gripe pandémica (H1N1).

O boletim inclui informação actualizada sobre as suspeitas de reacções adversas que foram observadas e reportadas ao Sistema Nacional de Farmacovigilância após a administração da vacina. No entanto, este facto não significa necessariamente que essas reacções tenham sido causadas pela vacina, pois pode tratar-se de uma mera coincidência temporal.

A divulgação semanal pode ser consultada no site do Infarmed, na área dedicada à Gripe A.

A Agência Europeia do Medicamento (EMEA) iniciou hoje a divulgação de informação sobre a evolução da pandemia da gripe, bem como a estimativa do número de doses distribuídas e administradas na União Europeia e um sumário das reacções adversas associadas às vacinas e antivíricos autorizados a nível centralizado.

O relatório pode ser consultado no site da EMEA.

_________________
O que não me Mata torna-me mais forte.


I'm the ViPeR5000, always faster than you..

Cursos: Técnicas de Socorrismo, Salvamento e Desencarceramento, Combate a Incêndios para equipas de 1ª Intervenção, Fenomenologia da combustão e agentes extintores , Manobras de Apoio á Extinção de Incêndios Urbanos e Industriais / Tripulante de Ambulância de Socorro
Voltar ao topo
ViPeR5000(Rui Melo)
Site Admin


Sexo: Sexo:Masculino
Registrado em: 11 Jun 2006
Mensagens: 2317
Local/Origem: Mealhada
Posto:
Corpo de Bombeiro: Bombeiro-Portugal

MensagemColocada: Sex Dez 04, 2009 7:10 pm    Assunto:
    Responder com Citação

Aproveito ainda para informar que na proxima quarta feira vou tomar a dita vacina. vou tentar fazer uma reportagem e descrição pormenorizada da situação.

_________________
O que não me Mata torna-me mais forte.


I'm the ViPeR5000, always faster than you..

Cursos: Técnicas de Socorrismo, Salvamento e Desencarceramento, Combate a Incêndios para equipas de 1ª Intervenção, Fenomenologia da combustão e agentes extintores , Manobras de Apoio á Extinção de Incêndios Urbanos e Industriais / Tripulante de Ambulância de Socorro
Voltar ao topo
Mostrar os tópicos anteriores:   
Novo Tópico   Responder a Mensagem    Índice do Fórum www . Bombeiros - Portugal . net Geral Todos os tempos são GMT
Página 1 de 1

 
Ir para:  
Neste fórum, você Não pode colocar mensagens novas
Não pode responder a mensagens
Não pode editar as suas mensagens
Não pode remover as suas mensagens
Você Não pode votar neste fórum
Você não pode anexar ficheiros neste fórum
Você não pode baixar ficheiros neste fórum



Powered by phpBB © 2001, 2005 phpBB Group
Layout por ViPeR5000
Googlepage: GooglePullerPage
eXTReMe Tracker


CSS Valid PHP Valid CSS Valid
server monitor

[ Time: 0.8729s ][ Queries: 40 (0.3163s) ][ Debug on ]