Ainda Não te Registaste? Clica aqui para o fazeres é Gratuito

Índice do Fórum www . Bombeiros - Portugal . net
www . Bombeiros - Portugal . net
O Ponto de Encontro de Todos Os Bombeiros
 
   Página InicialPortal AlbumAlbum  PortalForum FAQFAQ   PesquisarPesquisar   MembrosMembros   GruposGrupos   CalendarioCalendario  Lista de utilizadores BanidosLista de utilizadores Banidos   RegistarRegistar 
 Recomendar site a um amigoRecomendar  PerfilPerfil    Ligar e ver Mensagens PrivadasLigar e ver Mensagens Privadas    EntrarEntrar  Ocorrências ActivasOcorrências Activas  Ocorrências ActivasRisco de Incêndio   LinksLinks   Links>Chat 
 Envie NoticiasEnviar Noticias  VideosVideos  EventosAdicionar Eventos  EventosEnviar Fotografias


Revisão bibliográfica


 
Novo Tópico   Responder a Mensagem    Índice do Fórum www . Bombeiros - Portugal . net -> INEM


Ver mensagem anterior :: Ver mensagem seguinte  
Autor Mensagem
Kelinha




Registrado em: 13 Jul 2006
Mensagens: 4852

MensagemColocada: Seg Set 17, 2007 12:52 pm    Assunto:
Revisão bibliográfica
    Responder com Citação



“Uma revisão sistemática e meta-análise comparando o prognóstico de traumatizados graves tratados em Centros de Trauma após a criação de um Sistema de Trauma.”

Introdução/ Objectivo: O Trauma é causa importante de morbilidade e mortalidade. Estas podem ser reduzidas através de melhorias dos sistemas de avaliação e tratamento dos traumatizados. O Colégio Americano de Cirurgiões reconheceu a necessidade de uma abordagem sistemática do doente traumatizado em 1922. Os sistemas de trauma regionais e os centros de trauma foram criados com a intenção de reduzir a morbilidade e a mortalidade associada ao trauma. No entanto estes “não foram universalmente implementados”. O presente estudo analisa, de acordo com as publicações existentes, se o prognóstico dos traumatizados graves melhora ou não após a implementação de sistemas de trauma.
Material e Métodos: Foi realizado uma revisão sistemática de todos os estudos publicados que analisaram os resultados dos sistemas de trauma, desde 1966 até 2004. Foi realizada uma regressão logística para validação dos resultados obtidos.
Resultados: Foram identificados 14 artigos publicados sobre esta questão. Foi demonstrada melhoria do prognóstico com a criação de sistemas de trauma em 8 dos 14 artigos. A redução de mortalidade foi de 15% a favor da existência de sistemas de trauma organizados.
Conclusões: A existência de um sistema de trauma e de centros de trauma organizados reduzem a mortalidade. É necessário continuar a avaliar a eficácia dos sistemas de trauma existentes, de forma a optimizar o prognóstico dos doentes traumatizados.


“The European Trauma Course- From concept to course”

Autores: Thies K, Gwinnutt C, Driscoll P, Carneiro A, Gomes E, Araújo R, Cassar MR, Davis M.
Instituição: Hospital Pediátrico de Birmingham, Bermingham, Reino Unido; Hope Hospital, Salford, Reino Unido; Unidade de Cuidados Intensivos Polivalentes, Hospital Geral de Santo António, Porto, Portugal; Departamento de Urgência, St. Luke Hospital, G’Mangia, Malta; Colégio de Medicina de Emergência, Londres, Reino Unido
Revista: Resuscitation 74:135-141, 2007

Resumo
O Curso “Advanced Trauma Life Support (ATLS®)”, desenvolvido pelo Colégio Americano de Cirurgiões, revolucionou a abordagem intra-hospitalar dos doentes traumatizados e é hoje aceite como o “standard” de tratamento em vários países em todo o Mundo. No entanto, na Europa, há diferenças significativas tanto na etiologia do trauma como nas especialidades que habitualmente efectuam a primeira abordagem destes doentes, quando comparadas com o modelo Americano. Nos últimos 4 anos decorreram algumas iniciativas com o objectivo de desenvolver um curso de abordagem do doente traumatizado baseado na evidência, prático e suficientemente flexível para poder ser adaptado a cada uma das necessidades das várias regiões da Europa. As primeiras tentativas tentaram incorporar em simultâneo a abordagem pré e intra-hospitalar. Isto foi no entanto alterado e um curso específico de abordagem intra-hospitalar foi desenvolvido e ministrado, pela primeira vez, em Malta, em Novembro de 2006. Este artigo descreve a evolução da elaboração do curso, a sua estrutura actual e planeia o futuro do curso, tendo em consideração o “feedback” recebido pelos formandos e formadores que participaram nesse primeiro curso.


“Necessidade de apoio a familiares confrontados com morte súbita- um estudo qualitativo”

Autores: Wisten A, Zingmark K.
Instituição: Departamento de Medicina Interna, Hospital Sunderby, Lulea, Suécia; Departamento de Saúde Pública e Medicina Clínica, Hospital Universitário de Urnea, Suécia; Departamento de Saúde e Bem-estar, Lulea, Suécia.
Revista: Resuscitation 74:68-74, 2007

Resumo
A morte de uma familiar é uma das maiores tragédias da vida. Quando a morte é súbita e inesperada, existe um risco acrescido de sintomatologia pós traumática e um processo de luto dificultado. O relacionamento com as pessoas enlutadas ainda é menosprezado durante a formação de médicos ou mesmo na prática clínica. O objectivo deste estudo era o de elucidar sobre o suporte psicológico esperado e as necessidades dos pais enlutados quando confrontados com uma perda súbita de um filho ou filha por patologia cardíaca súbita. Os dados derivam duma análise qualitativa de conteúdos gravados em cassete, durante entrevistas profundas efectuadas com os pais enlutados, tendo estes sido assomados pela morte de filhos entre os 5 e os 12 anos de idade. Os 20 indivíduos falecidos por Doença Cardíaca Súbita pertencentes à Sociedade Forense Sueca faziam parte da amostra populacional com 15 a 35 anos de idade entre 1992 e 1999. Um terço dos pais não teve qualquer contacto com o serviço de urgência; outro terço estava desapontado após o encontro com os prestadores de cuidados no serviço de urgência, não tendo estes actuado de forma sensível e consistente; enquanto que outro terço estava mais ou menos satisfeito com o cuidado prestado no serviço de urgência. A maioria dos pais experimentou a falta de suporte após a perda; não receberam qualquer tipo de apoio, sendo necessário procurarem informação e apoio por eles próprios. Quatro factores foram identificados como sendo pontos particularmente importantes para estes pais: evidência, reconstrução, explanação e sensibilidade. Existe a necessidade de melhores práticas que ajudem os súbitos enlutados. O modelo das principais necessidades e o plano para o suporte necessário é proposto neste artigo.

Fonte INEM
Voltar ao topo
Google
AdSense






Posto: Bombeiro de 3ª / Enfermeiro
Corpo de Bombeiro: Bombeiros Voluntários da Mealhada

MensagemColocada: Seg Set 17, 2007 12:52 pm    Assunto:
Click Aqui para Ajudar O site
   





Cursos: Técnicas de Socorrismo / Salvamento e Desencarceramento
Voltar ao topo
Mostrar os tópicos anteriores:   
Novo Tópico   Responder a Mensagem    Índice do Fórum www . Bombeiros - Portugal . net INEM Todos os tempos são GMT
Página 1 de 1

 
Ir para:  
Neste fórum, você Não pode colocar mensagens novas
Não pode responder a mensagens
Não pode editar as suas mensagens
Não pode remover as suas mensagens
Você Não pode votar neste fórum
Você não pode anexar ficheiros neste fórum
Você não pode baixar ficheiros neste fórum



Powered by phpBB © 2001, 2005 phpBB Group
Layout por ViPeR5000
Googlepage: GooglePullerPage
eXTReMe Tracker


CSS Valid PHP Valid CSS Valid
server monitor

[ Time: 0.4921s ][ Queries: 28 (0.0601s) ][ Debug on ]